sexta-feira, 6 de maio de 2011

Dogma e Mentira:






A verdade e a mentira sempre foram vistas de maneira filosófica, como se uma maneira de pensar pudesse ser mais certa que a outra, simplesmente por ser melhor ou pior sustentada e defendida. E assim se formaram as bases do cristianismo, da medicina, da ciência, da matemática e outras técnicas de conhecimentos que num passado remoto eram todas ramos da árvore da magia e foram fragmentadas em diferentes cátedras de conhecimento para possibilitar o controle mental das massas. 









Ao contrário do que a maioria pensa e crê as “Universidades” foram criadas para o “cabresto mental” e o controle do sistema de crenças e não a emancipação e liberdade do mesmo. 


O “dogma” é o que sustenta a verdade sofismática (meia verdade) desses sistemas de doutrinação que mantém massas inteiras reféns de filosofias que se transformam em religiões e sistemas de crenças, educação, ensino, governo, que atravessam o tempo como “história”, "Ciência", "tecnologia", que devido a paixão e interesse com que são mantidas, se tornam “Verdades” as quais não permitem investigação e questionamento lógico sem a automática ridicularização e desprezo por parte da mentalidade de rebanho que tem em seus planos conscientes e inconscientes os mesmos conceitos a respeito de possível, impossível, verdade, mentira e etc.

Temas como “reencarnação”, “vida em outros planetas”, “comunicação com os mortos”, “faculdades mediúnicas”, “eventos paranormais”, entre outros, são tratados pela ciência e pela religião oficial do mundo de maneira a ridicularizar toda investigação e novas informações a respeito.

O sistema financeiro possibilita uma ilusão a respeito do que é liberdade, que desviou todo o rebanho humano das missões pré-estabelecidas antes de encarnarmos e das possibilidades de desenvolvimento através do contato consigo mesmo.

Além disso, o atual ritual de velar os mortos e a ignorância das pessoas a respeito dos processos de desencarne criou um trânsito de perispíritos no orbe astral terrestre. Em termos simples: 


somos sete bilhões de pessoas encarnadas, contra uma média de 21 bilhões de períspiritos nas áreas astrais do planeta, que ou precisam reencarnar e esperam oportunidade para isso, ou pensam que são pessoas encarnadas, que ainda estão vivos pois, não tem informações a respeito do processo de desencarne (eram ateus e materializam essa realidade do "nada" depois que morrem) e literalmente se acotovelam entre os encarnados sem que esses sequer percebam ou tenham consciência (será?), ou simplesmente estão identificadas com a personalidade que tiveram em sua última encarnação o que não lhes permite desenvolver aberturas dimensionais com outras densidades, mundos e seguir sua viagem pela existência.


Se a monarquia é governada por "deuses" ocultos a sabedoria popular e o governo do nosso planeta tem um problema por que o bastidor da política é feito por forças e energias que o homem comum não somente desconsidera como ridiculariza e é uma “ditadura” pior do que todas da história; Os espíritos do nosso orbe, tem um problema maior ainda por ignorarem a verdade sobre a vida e sobre a morte. 






A ignorância a respeito da vida e da morte possibilita o seqüestro de nossos planos de consciência através da introdução de informações no inconsciente. 

Isso acontece quando assistimos televisão, elegemos diferentes tipos de indústrias e permitimos que essas nos contamine para o bem e para o mal, com suas idéias e “verdades” dentro de nós e aceitemos mentiras como verdades.

Chegamos aqui no ponto que é título do post. Dogma e Mentira.


Através de um eficiente sistema que nos ocupa e doutrina a mente desde a mais tenra idade até a idade madura, as vezes até a velhice no caso de acadêmicos bitolados, Trataram de implantar dentro de nós a idéia de impotência diante de ambas (dogma e mentira), quando está provado que dentro de nós as coisas não são bem assim.

A mentira tem funcionado nos planos de consciência da raça humana como um vírus, uma verdadeira ditadura e nazismo. A ponto de maioria das pessoas hoje em dia acreditarem de verdade que todo mundo mente e que é impossível viver sem realizar bem este ato. Essa mentira é aceita por todos e implantada dentro de todos através de cinco sentidos cerebrais que estão conectados com nossa maneira de receber informações e relacionar-se com a realidade. 

É essa a realidade que estamos co-criando, através do silêncio as injustiças nos permitimos se sentir inteligentes com a nossa intuição gritando que somos burros. Isso acontece quando damos energias para temas inúteis como “debater a legalização das drogas”.


Drogas não se debatem, ou você usa ou você não usa. Toda verborragia encima de temas como esse são mais pura dissimulação e hipocrisia. Dogma e Mentira. 

Que A Simplicidade da Verdade ilumine o coração de todos.
Que Deus nos Abençoe.
Namastê

Ruy Mendes – Maio 2011

Um comentário:

  1. Concordo com a forma de expressão, pois as verdades estão escondidas nas mentes da maioria dos seres humanos. Devemos botar para fora toda nossa angústia por não sermos ouvidos pelos demais. Devemos ter uma cláusula pétrea para nos defender das mentiras da igreja. Sempre que tenho espaço, não perco tempo.
    Digo, Deus não existe. Não sou um semi - idiota que vive se masturbando mentalmente com as mentiras.
    Vamos modificar o modo de vida das pessoas, agindo com inteligência em todas as situações em que respiramos. É triste saber que a maior maior corrupção moral, política e filosófica que mais se tem notícias, é o cristianismo.

    ResponderExcluir

Obrigado Pelo Seu Comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Visualizações de páginas da semana passada